Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘SSMT Seg. Saude Medicina do Trabalho’ Category

Todos nós que estamos direta ou indiretamente ligados à Segurança do Trabalho: somos prevencionistas. Muitas vezes sou indagada sobre como devemos agir, como seriam as Relações Laborais dos prevencionistas, já que é muito comum nossas salas serem “embaixo da escada”, temos ainda imagem de que o empresário tem de “nos engolir”, porque a lei exige, que se estiver em ordem à documentação não servimos para mais nada, quando, não abarcamos funções que não tem nada a ver com nosso cargo… Se você não vivencia tais situações: maravilha! Se vivencia… têm horas que… ai, ai, ai… Mas como tudo na vida: pode ser mudado e às vezes nos falta um pouco de motivação… Vivenciei estes tempos uma situação que creio pode motivar ainda mais nossa luta pela prevenção. Reflita.

-Ah não! Prefiro a escada rolante, é mais divertido.
- No elevador… dá uma coisa… dizia Eva, num Português invejável, apertando as mãozinhas miúdas contra o peito.  – Parece que o coração vai explodir!

Eva, menininha, oito anos, residente no interior do interior, de uma cidade do interior de São Paulo, temporariamente à mercê de pessoas de bom coração que resolveram tentar diminuir seu sofrimento, ao menos, por enquanto…

Eva é a filha mais jovem de uma família. Filha de um pai que está na UTI, lutando desesperadamente por sua vida. Para tristeza de todos, no dia de Natal ele estava trabalhando, foi ver o andamento dos serviços, e caiu dentro de um forno, o restante com certeza, todos nós somos capazes de imaginar. Eva, por sua vez, ainda não sabia de nada, apenas estava fascinada com a cidade grande, descobrir que existiam prédios, que Shopping Center era “uma casa muito grande e cheia de lojas”, exultante por saber que existia “carro que tinha ventilador com ar geladinho”, incrédula em ver “o tanto de coisas que havia ganhado”, em dois dias, de um “monte de pessoas legais”, ela achava que aqui na cidade grande “todo mundo era rico, muito bonzinho e gostava de dividir suas coisas”. Apenas Eva não sabia o que havia acontecido, o “monte de pessoas legais” sabia, aí é que a gente se enche de orgulho, de sempre estar constatando que em nosso país as pessoas são extremamente solidárias, não diria que é uma qualidade e sim uma grande virtude.

Em pouco tempo Eva faria uma triste descoberta… que seu pai nunca mais seria o mesmo, iria “engrossar” as estatísticas da previdência, seria com o tempo apenas mais um acidentado. Nós prevencionistas, sempre estamos a par das estatísticas, cada vez que “leio” aqueles números, imagino o que eles realmente representam: estádios inteiros de futebol, gente muita gente, acidentada, sofrendo, quando não: sem vida.

Maior ainda, a quantidade de estádios de futebol, repleto pelos familiares destas vítimas, destes não existe estatística, e não há como medir também o seu sofrimento. Quando seremos capazes de realmente enxergar que cada acidente traz um número imenso de vítimas, sofrimentos que podem perdurar por toda a existência dessas pessoas, traz necessidades, transforma crianças inocentes em seres humanos marcados por toda a vida?

Muitas vezes me perguntam os prevencionistas: – Que fazer? Ninguém quer nos escutar, acaba cansando… dá vontade de desistir de tudo…
Então conto uma estória que sempre me pareceu muito sábia…
Todos os dias uma pessoa subia num caixote no meio de uma praça. Enquanto os transeuntes passavam apressados, ia dizendo tudo em que acreditava.

Um belo dia um dos transeuntes lhe perguntou: – Porquê você não desiste de tentar convencer as pessoas? Todos os dias você está ai tentando e…nada. Responde a sábia pessoa do caixote: – Seu eu desistir: foram eles que me convenceram…

Jamais esquecerei de Eva, de seu sorriso na despedida, feliz por tantas descobertas, enquanto eu lhe dizia: – Nunca se esqueça que sempre vamos estar aqui, que somos seus amigos, para tudo o que você precisar…

A porta se fechou, Eva se foi, para novas descobertas… A todo instante me pergunto e, agora que você também conhece a estória de Eva perguntará: – Que será de “nossaS” pequenas Evas? Agora com certeza, temos mais um motivo para “não descer do caixote”.

e-mail: ergonomia@sylviavolpi.com.br
site: www.sylviavolpi.com.br

Read Full Post »

Previdência e Trabalho fazem acordo para agilizar cobrança

Fonte: MPS

O Ministério da Previdência Social vai cobrar na Justiça os gastos com pagamento de benefícios previdenciários decorrentes de acidentes de trabalho provocados por negligência das empresas. Os ministros José Pimentel (Previdência Social) e Carlos Lupi (Trabalho e Emprego) assinaram acordo de cooperação que possibilita ação mais eficaz para a cobrança desses benefícios pagos indevidamente.

O acordo de cooperação técnica vai facilitar o trabalho dos procuradores na recuperação de recursos gastos com pagamento de benefícios, como aposentadoria por invalidez, auxílio-doença, auxílio-acidente ou pensão por morte.

Segundo determinação do ministro José Pimentel, as ações regressivas, como são chamadas, deverão ser tratadas como prioridade pela Procuradoria Federal Especializada junto ao Instituto Nacional do Seguro Nacional (INSS).

Pelo acordo, o Ministério do Trabalho e Emprego se compromete a encaminhar ao INSS os relatórios das causas dos acidentes de trabalho no prazo máximo de 20 dias úteis após o encerramento da ação fiscal. Com base nestes laudos, os procuradores terão mais instrumentos para comprovar perante a Justiça, quando for o caso, que o acidente ocorreu devido o descumprimento pela empresa das normas de segurança.

Segundo o procurador-chefe da Procuradoria do INSS, Miguel Sedrez Júnior, o recebimento periódico dos relatórios sobre as causas dos acidentes de trabalho irá facilitar o ajuizamento de ações regressivas. Antes, para ter acesso aos laudos, era preciso solicitar informações aos Tribunais Regionais do Trabalho.

Segurança

Atualmente, estão em curso 438 ações regressivas contra empresas de várias regiões do país. Somente em Manaus, em 12 ações favoráveis ao INSS, as empresas tiveram que pagar R$ 2,45 milhões. Em outras 31 que estão em curso na cidade, o Instituto poderá ser ressarcido em R$ 10 milhões, caso fique comprovado que o acidente ocorreu devido ao descumprimento das normas de segurança.

Embora a Procuradoria Especializada do INSS venha ajuizando ações em todo o país, a idéia é concentrar o trabalho no estado de São Paulo, região responsável por 47% dos acidentes ocupacionais ocorridos no Brasil. Em 2007, foram registrados 653 mil acidentes de trabalho no país, o que gerou uma despesa de R$ 5,076 bilhões ao INSS com pagamento de benefícios acidentários.

No caso de o INSS ganhar a ação, o trabalhador não perde o benefício, caso fique comprovado que a empresa foi a responsável pelo acidente. O INSS cobra da empresa, mas continua pagando o segurado, mesmo em casos de falência.

Fonte: Amputados Vencedores

Read Full Post »

POSTURA AO ANDAR

A MÁ POSTURA ao andar é causa de muitas dores. Procure andar o mais ereto possível sempre olhando acima da linha do horizonte, um bom treino é andar em casa com um livro sobre a cabeça.

DICAS DE POSTURA NO ESCRITORIO

DICAS DE POSTURA NO TRABALHO

No trabalho, evite colocar objetos pesados ou documentos em gavetas que estejam muito próximas ao chão, para tal esforço levante-se, pegue o objeto e abaixe-se adequadamente com o objeto junto ao corpo para colocar o abjeto na gaveta.

COMO SENTAR-SE CORRETAMENTE

Ajustar a distancia entre seus olhos e o  monitor do computador ajuda a melhorar a postura ao sentar, em qualquer situação procure sentar sempre com o eixo da cabeça voltado para o horizonte, evite sentar-se torto ou mau acomodado.

POSTURA AO TELEFONE

Evite a torção do tronco e/ou pescoço ao atender chamadas telefônicas, evite segurar o telefone no pescoço junto a orelha, você estará forçando a coluna cervical.

COMO APANHAR E CONDUZIR OBJETOS PESADOS

Evite sempre dobras do corpo, dobre os joelhos, abaixe lentamente mantendo o tronco ereto e apanhe o objeto, levante-se lentamente mantendo o tronco ereto e conservando o objeto junto ao corpo.

POSTURA NO DIA A DIA

Inúmera lesões podem ser evitadas com a adoção de posturas corretas nas atividades do dia a dia. Procure manter a postura ereta ao esfregar o chão, passar e torcer roupa, bater o bolo, colocar objetos no alto em armários,estender roupas no valral, segurar panelas grandes pelo cabo, lustra móveis e realizar trabalhos manuais.

COMO VESTIR ROUPAS

Ao vestir roupas e calçar sapatos, procure uma posição confortável evitando curva-se ou sentar na beira de camas ou cadeiras, você estará forçando a sua coluna lombar.

 A ESCOLHA DO COLCHÃO

1° consulte o ORTOPEDISTA

COLCHÃO RIGIDO: por causa dos ombros e da pélvis, a coluna permanece torcida durante o sono.

COLCHÃO MOLE OU COM MOLAS GASTAS: a falta de suporte para as partes pesadas do corpo ocasiona a torção da coluna.

 COLCHÃO SEMI RÍGIDO OU DE ESPUMA: é o mais indicado para coluna uma vez de distribui uniformemente o peso do corpo.

O USO DO TRAVASSEIRO

DORMIR DE LADO (CABEÇA): nessa posição, o travasseiro deve ser mais alto para acompanhar o contorno dos ombros.

DORMIR DE BARRIGA PARA CIMA: nessa posição, escolha um travesseiro baixo.

DORMIR DE LADO (CORPO): coloque um travesseiro entre as pernas, evitando que uma perna pressione a outra.

Fonte: não divulgado por motivo comercial

Read Full Post »

Paulo Cruz 

A Segurança do Trabalho é definida por normas e leis. No Brasil, a Legislação de Segurança do Trabalho compõe-se de Normas Regulamentadoras, leis complementares, como portarias e decretos e também as convenções Internacionais da Organização Internacional do Trabalho, ratificadas pelo Brasil.

É ingênuo o empresário que não implanta um sistema de segurança do trabalho, alem de não enxergar sua importância, ignora também os benefícios ou prejuízos para a empresa, tais como:

O trabalhador tem que ser respeitado  e valorizado, o trabalhador.

Um trabalhador respeitado e valorizado valoriza a empresa

O trabalhador tem que esta feliz no seu ambiente de trabalho.

Um trabalhador feliz facilita o trabalho na empresa, produz mais e melhor

Um trabalhador doente.

Não produz

Se não for valorizado, não valoriza a empresa

Não se concentra no seu trabalho

Os prejuizos são eminentes

A empresa corre o risco de ser fiscalizada.

Poderá pagar multas ou até mesmo interdição de seus trabalhos ate que se cumpra as leis e normas vigentes

Enfim, são muitos os prejuízos ou benefícios que uma empresa tem quando ignora esse tema, é obvio que há um custo para tal atitude de responsabilidade, porem,  em curto ou médio prazo os benefícios serão maiores que os gastos, tanto a nível estrutural, operacional como os financeiros, uma empresa solida da lucro.

Ao contrario que muitos  pensão, a Segurança do trabalha não esta só voltada para as empresa de médio ou grande porte, a SMT esta em todas as empresas desde uma empresa  individual a uma multinacional, com isso eu quero dizer que o vendedor de cachorro quente ali da esquina, pode e deve estar atento as orientações pertinentes , pois partindo deste principio estará garantindo a saúde e segurança de  si próprio e de seus clientes, valorizara o seu produto e principalmente poderá ter reconhecido  o seu trabalho perante a cliente local.

Podemos notar que a SMT não traz benefícios só para a suade e bem esta do trabalhador, traz também benefícios    para o negocio como um todo, portanto um negocio bem administrado tem vantagens.

Read Full Post »

Older Posts »

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.